Notícias

Uma fonte limpa e renovável de energia coloca o Brasil e a Omexom na vanguarda da Transição Energética

image

Um dos erros mais comuns quando se pensa na geração de energia renovável é desconsiderar as usinas hidrelétricas. A hidroeletricidade, ou hidro, responde por mais de 70% da energia renovável do planeta e por mais de 16% da eletricidade total global. Neste contexto, a Omexom oferece soluções que abrangem toda a cadeia de valor do setor, que inclui a ampliação e a modernização de usinas hidrelétricas.

Fundamentais para a complementaridade da matriz energética, as energias solar e eólica têm ocupado lugar de destaque nas discussões atuais sobre energia limpa e isso pode levar à conclusão de que o potencial da hidro esteja em segundo plano. Mas não é bem assim. A nossa matriz energética é carregada pela hidro, que responde por 61,93% da potência instalada. Além de renovável, ela cumpre um papel fundamental no Brasil, onde a matriz elétrica é proveniente da hidro desde o nascedouro.

O Brasil tem tecnologia consolidada em hidroeletricidade e soube, até hoje, explorar competentemente a abundância de água em seu território, estabelecendo uma das matrizes mais limpas do mundo. Usinas hidrelétricas não geram gases tóxicos e não contaminam o solo ou o ambiente. Diferentemente de países que precisam ter em sua energia de base as termelétricas e usinas nucleares (não renováveis), utilizando as renováveis (solar e eólica) como complemento, a riqueza de recursos naturais, e principalmente hidrográficos, do Brasil apresenta grandes oportunidades para a geração de energia limpa e renovável.

Mas como em qualquer projeto de alta tecnologia e complexidade, é necessário investir em modernização para otimizar a produtividade e prolongar a longevidade das plantas. O contexto do setor global de energia é de mudança, e aí entra a Omexom, com suas 425 unidades de negócios em 36 países, para trabalhar lado a lado com seus clientes e colaborar na adaptação aos novos desafios. Com mais de 90 anos de mercado em hidrelétricas, uma rede global de especialistas e centenas de projetos de integração em seu histórico, a Omexom domina cada etapa do processo de geração de energia em hidrelétricas, trazendo uma expertise internacional para realizar a transição energética em empresas de produção e fornecimento de energia elétrica. No Brasil, são mais de 40 anos de experiência, ao longo dos quais a empresa participou da modernização de mais de 26 usinas e 76 unidades geradoras de energia.

As equipes da Omexom têm um conhecimento técnico e local profundo. Entre os serviços que oferecem, cabe citar engenharia de projeto, construção, operação e manutenção para descarbonizar a matriz energética dos clientes. Outras soluções inovadoras são desenvolvidas diariamente visando a redução da pegada de carbono no processo de geração de energia.

Integradora de sistemas independentes e com parcerias estabelecidas com os principais fabricantes do mundo, a Omexom desenvolve soluções completas e customizadas para diversos tipos de usinas, como UHE, PCH, CGH. O grupo é especializado em controle, sistemas digitais, sistemas elétricos de força, medição de faturamento, tomada d’água, vertedouro e serviços auxiliares, sendo líder em fontes sustentáveis de energia.

Como ressalta Flávio Gomide, gerente da unidade de negócios da Omexom em Belo Horizonte:

“Nossa expertise é customizar o que existe de mais inovador no mercado para oferecer as melhores soluções, desde a engenharia, o desenvolvimento da solução, a fabricação e a aquisição até a implantação em campo.”

Um dos projetos recentes da Omexom foi a modernização da UHE Emborcação, uma usina muito relevante para o Sistema Nacional Interligado (SIN) em função de sua potência 1.192 MW. O escopo do projeto envolveu o fornecimento de mais de cem colunas de painéis, a atualização do sistema de controle de operação como síncrono da usina (função importante para o equilíbrio sistêmico), a modernização do vertedouro (sistema crítico relacionado à segurança) e a resolução de um problema histórico de resfriamento dos transformadores,  que resultou em um ganho de potência de 10 MVA em cada uma das quatro unidades geradoras nos períodos de carga e temperatura alta.

Outro projeto importante em função do número de usinas (14) e unidades envolvidas (44) foi a automação de Usinas da Enel Green Power. As ações incluíram o fornecimento de sistemas de proteção, controle, regulação de velocidade e tensão, de unidades hidráulicas, geradores diesel de emergência e equipamento limpa-grades, além da instrumentação e do desenvolvimento do novo sistema supervisório para plantas distribuídas em quatro estados brasileiros: São Paulo, Mato Grosso, Tocantins e Paraná. O sucesso do projeto demonstrou a expertise da Omexom em lidar com desafios logísticos em grande escala e sua capacidade multidisciplinar para integrar diversas áreas e tipos de usinas.

Por fim, vale destacar o projeto de modernização do serviço auxiliar da UHE Miranda, localizada no Rio Araguari, município mineiro de Indianópolis. O projeto exigiu grande capacidade técnica por parte da Omexom para elaborar as modificações necessárias nos circuitos de controle do serviço auxiliar da usina, de modo a priorizar o uso da fonte dos próprios geradores. O fornecimento de medição em média tensão da energia advinda da fonte externa que antes era prioritária também foi concluído a contento. Por seu escopo e complexidade, o projeto colocou à prova a capacidade adaptativa das equipes da Omexom às condições e necessidades do cliente. Todas as atividades foram executadas sem gerar indisponibilidade das Unidades Geradoras. O êxito é resultado de uma ótima interação com a equipe da ENGIE lotada na UHE Miranda, demonstrando a sinergia de equipes e o diferencial humano da Omexom. Como explica o especialista em usinas hidrelétricas Clemir Junior:

“Cada colaborador de ambos os times, Omexom e ENGIE, manteve o foco nos objetivos do projeto, tanto no aspecto técnico e operacional como no cumprimento dos prazos, sem descuidar dos requisitos de segurança no trabalho”.